A 11ª Classificação Internacional de Doenças (CID) da Organização Mundial da Saúde irá incluir a condição sob o nome de “distúrbio de games”. O documento descreve o problema como padrão de comportamento frequente ou persistente tão grave que leva “a preferir os jogos a qualquer outro interesse na vida”.

O documento irá sugerir que comportamentos típicos dos viciados em games devem ser observados por um período de mais de 12 meses para que um diagnóstico seja feito.

Os sintomas dos distúrbios incluem:

  • Não ter controle de frequência, intensidade e duração com que joga videogame;
  • Priorizar jogar a outras atividades;
  • Continuar ou aumentar ainda mais a frequência com que joga videogame, mesmo após ter tido consequências negativas desse hábito;

Em 2013, no Manual de estatísticas e diagnósticos de distúrbios mentais”(DSM, na sigla em inglês), o distúrbio relacionado a games e videogames era considerado “condição a ser estudada” – o que significa que ela não era oficialmente reconhecida.

Fonte: BBC