Crianças que viajam para cidades com surto de sarampo precisam ser vacinadas

124

O Ministério da Saúde está orientando que pais, mães e responsáveis por viajar com filhos de seis meses a um ano de idade para municípios em situação de surto de sarampo no país, vacinem as crianças. A recomendação é que todas essas crianças nesta faixa etária sejam imunizadas no mínimo 15 dias antes da data prevista para a viagem.

Atualmente, 39 cidades em três estados brasileiros se mantém com surto ativo, ou seja, com crescimento do número de casos confirmados da doença. São eles: São Paulo, Pará e Rio de Janeiro. Além de proteger, a medida de segurança pretende interromper a cadeia de transmissão do vírus do sarampo no país.

A dose aplicada nesse público é chamada de “dose zero” e não substitui as doses do calendário nacional de vacinação. Portanto, além da dose recomendada atualmente para as crianças que vão viajar para a áreas de surto, os pais e responsáveis devem levar os filhos para tomar a vacina tríplice viral aos 12 meses de idade (1ª dose); e a tetra viral ou a tríplice viral + varicela aos 15 meses (2ª dose).

Vale ressaltar que as vacinas não protegem somente contra o sarampo. A tríplice viral  previne também contra rubéola e caxumba e a tetra viral, contra as três anteriores mais a catapora.

Da redação